Cartão de Visita Rocca

Grupo extremista ocupava territórios do país desde 2014

O Banco Central do Iraque afirmou nesta terça-feira (8) que o grupo extremista Estado Islâmico roubou mais de US$ 830 milhões dos bancos que estiveram nos territórios ocupados pelo bando desde 2014.

A declaração do órgão público, obtida pela Al Sumaria, diz que 121 escritórios em quatro províncias ficaram sob domínio do EI.

A maior parte dos recursos fazia parte de reservas do Estado iraquiano, incluindo fundos dos ministérios da Defesa e do Interior. O Banco Central local afirmou que após a tomada do territórios pelos terroristas, medidas preventivas como o bloqueio de transferências a certas filiais foram tomadas.

O primeiro-ministro do Iraque, Haider al Abadi, proclamou em 9 de julho a derrota total do EI em Mossul, após uma ofensiva militar que durou nove meses. Agora o Exército local prepara uma operação para retomar a cidade de Tal Afar, considerada o último grande bastião do grupo no Iraque. Com informações do Sputnik News Brasil.

Oque você acha disso?